01 abril 2011

Mentir faz bem


O dia da mentira, também conhecido como dia do político, é uma data linda na qual todos nós podemos tirar um sarrinho a mais com nossos amigos ou com qualquer otário, sem correr o risco de levar uma na cara, porque afinal, todo mundo tá mentindo.
Nesse post eu vou falar algumas das vantagens de mentir. Não só nesse dia, mas sempre que der. muahahaha

Mentir pra se aproveitar da situação
Esse é um dos cunhos mais comuns da mentira. Exemplo: Você tá naquela balada e decide se chegar numa gatinha. Vocês começam a conversar e ela faz aquela pergunta decisiva: "E aí, o que você faz da vida?"
Venhamos e convenhamos, as mulheres são fúteis, e não te perguntam isso só pra continuar a conversa ou te conhecer. Elas querem saber quanto tu ganha! E sabe, né, quanto mais rico você for, mais ela vai querer te dar.
Aí você se aproveita da situação. Paga mais uma tequila pra ela (vale o sacrifício), e começa a falar da sua Lamborghini que tá no conserto, que acha que vai dar ela pro seu irmão, porque vai passar um tempo morando em uma de suas mansões na Europa e por aí vai. Basta ser criativo. Não fale muito, espere os elogios e você pega ela de jeito. Aí você vai pra casa feliz. Isso se você não for pra casa com ela. rs Ou um motel.

Mentir pra foder a vida de alguém
Não existe sensação mais deliciosa do que ver um lazarento infeliz se foder sem você tocar um dedo nele. É a melhor forma de vingança. Isso funciona em ambientes como escola e trabalho. Por exemplo, alguém mandou o material errado pra a avaliação dos clientes (pode até ter sido você), e isso pode custar o trabalho todo da equipe.
Você pode colocar algo pertencente ao seu "colega" junto a esse material pra incriminá-lo, ou pode ir descaradamente falar ao seu superior que foi ele. Aproveite o show na hora em que der merda pra ele, fique olhando de longe e segure o riso. ;)


Mentir pra causar uma boa impressão
Essa é a praia dos políticos e daquela sua amiguinha frígida. Em situações que a sua vitória em algo depende do que as pessoas vão achar de você (uma eleição, um BBB...), falar coisas sobre si que comova as pessoas, que as deixe interessadas em apostar/confiar em você é a boa. Uma boa impressão, boa reputação, desde que você não as tenha, é algo que se consegue mentindo à beça, dando sorrisos falsos, fingindo se importar com causas sociais, com o planeta, etc.
É simplesmente fingir pra agradar. Como as mulheres que fingem orgasmo pra agradar o cara. O negócio não tá bom pra ela, então ela resolve dar uns gemidos mais altos e longos, se contorce mais um pouco e tcharam, ele acha que ela gozou lindamente, goza junto e vai dormir feliz.
Mas agora que toquei no assunto, mulheres, não finjam a porra do orgasmo. Se não estamos acertando, simplesmente digam, tentem ajudar. Preferimos mil vezes levar uma crítica e aprender com o erros do que ser enganados. ;) 

Mentir pra matar alguém de medo
Isso é bom demais! Quantas vezes você não deu aquela má notícia ferrenha pra deixar aquele idiota com o coração na boca? Mais legal é quando você tá no meio da história e pode fazer uma encenação. Falando em encenação, aquela de se sujar com ketchup, ou com sangue bovino e se jogar no chão é clássica! Se preferir, um faca suja do lado dá mais terror ainda.
Esse método é legal de se aplicar na internet. Principalmente quando se tem uma boa ifluência nas redes, espalhar rumores de tragédia ou sei lá do que é uma trollagem que rende umas gargalhadas.


Enfim, são várias maneiras de tirar vantagem e tirar um sarro das pessoas mentindo um pouco. (Fiquei sem inspiração, rs.)
É, eu tenho uma mente bem perversa. Acho que as pessoas que me conhecem, que acabaram de ler isso vão passar a confiar menos em mim. xD

O post não acaba aqui! Apesar de ser um post sobre mentira no dia da mentira, o título do post é totalmente válido e verdadeiro. Mentir faz bem, veja:
"Deixando de lado os aspectos sociais e levando em conta apenas os fisiológicos, sim. Segundo uma imensidão de pesquisas, há vantagens em contar umas balelas de vez em quando. Isso porque enquanto você está mentindo, ativa o dobro de áreas do cérebro do que quando está falando a verdade. Principalmente quando não há tempo de inventar uma história antes e você acaba decidindo quais fatos reais vai substituir por falsos na mesma hora em que já está fazendo isso.
Afinal, é preciso arquitetar uma história e se concentrar nela; lembrar dos fatos que foram substituídos e sempre reafirmar a mesma coisa; se manter coerente e natural do início ao fim; não cometer equívocos e estar preparado para agir rápido  caso isso aconteça; e acima de tudo, atuar parecendo convincente.
Como é fácil de calcular, isso exige muito mais esforço do cérebro e todos nós sabemos que ele é um órgão que melhora a cada desafio."
Viu? Mentir é criação! É arte!
Tudo bem que em alguns casos, mentir, nos deixa nervosos, aumentando a frequência cardíaca e respiratória, além da pressão arterial, subindo as taxas, a adrenalina, o estresse, enfim. rs
Boa sorte. rs

Sem comentários ainda

Postar um comentário

Critique, elogie, pergunte, recite um poema... enfim! O espaço abaixo é todo seu!

Seja coerente com o assunto global da postagem ou do blog. Não faça comentários de má fé ou propaganda de algo que não tem relação alguma com a postagem. Para assuntos outros, entre em contato com o autor através dos links disponíveis.
Os comentários são sujeitos a moderação.