06 janeiro 2014

Love & Theft - um lanchinho pro seu cérebro



Uma animação no melhor estilo nigga i'm high as fuck que mexe com a nossa percepção e é, no mínimo, desconcertante. Um dos casos em que o perturbador é tão fascinante que nos prende a atenção.

Créditos para o estúdio alemão Film Bilder.

05 janeiro 2014

O xadrez tipográfico


Há um tempo eu trouxe aqui o super estiloso baralho tipográfico. Agora venho lhes apresentar a releitura tipográfica do mais clássico jogo de tabuleiro, feita pelo estúdio de design inglês Hat-trick.
Cada peça foi transformada em sua letra inicial baseada na família tipográfica Champion Gothic, de Hoefler & Frere Jones.

01 janeiro 2014

Logo novo do Artbox e ano novo!


Hey, quanto tempo!
Desde setembro sem dar as caras por aqui... É, nesse último semestre aconteceu bastante coisa e acabei ficando mais sem tempo (!) ainda. Pretendo me organizar mais ainda pra não deixar o blog totalmente às moscas.
Enfim, deixando a conversa de lado, pois é, o Alpha Artbox está de logo novo! Já tinha até mencionado aqui que pretendia mudar o logotipo do blog, mas até então não tive nenhuma luz. Bom, o logo novo é consideravelmente mais sóbrio que o anterior, que era bem lúdico, bem "arte".

30 dezembro 2013

Pixelstick - a evolução do light painting



Essa coisa incrível que você acabou de assistir e deve estar se perguntando o que exatamente foi, é o Pixelstick em ação. Pixelstick é uma tecnologia que leva o light painting a outro nível, criada pelos nova-iorquinos Duncan Frazier e Stephen McGuigan, que compõem o Bitbanger Labs.

18 setembro 2013

O novo Bing


Com a série de inovações recentes, parece que a Microsoft finalmente também vai investir pesado no buscador Bing, começando por uma reprojeção bastante interessante.
A atualização do logo insere o Bing na família dos servirços da Microsoft recentemente redesenhados. O estilo característico de um ícone simples acompanhado do nome do servirço em tipografia Segoe UI é basicamente a marca desses logos.

25 julho 2013

Logo do Photoshop animado pelos filtros do Photoshop



Apague as luzes, ponha o fone e assista em tela cheia.
Numa espécie de inception, essa animação, feita pelo estúdio espanhol Device, nos leva pra uma viagem muito loka onde o logo do Photoshop CS5 é "editado" pelos seus próprios filtros. O vídeo torna-se mais legal de assistir pra quem usa o software de edição de imagens mais famoso do mundo.
O áudio é um show à parte, né.
Dica do Paulo

24 julho 2013

Campanha de conscientização cria árvore com pegadas no meio da rua



Jody Xiong, da DDB China, em parceria com a China Environmental Protection Foundation, criou esta incrível campanha inteligente, chamada Green Pedestrian Crossing, que teve como objetivo levar as pessoas à reflexão sobre caminhar versus dirigir e suas implicações em relação às questões ambientais e de saúde. A ação interativa usou pegadas de pedestres para criar uma grande arte coletiva.

21 julho 2013

Incríveis artes com recortes de papel colorido


Hiroki Suzuki é um artista japonês que tem uma técnica interessante. Olhe de novo. Sim. Ele cria ilustrações incríveis juntando pedaços de papel recortados - e até mesmo rasgados, onde podemos ver as bordas irregulares e esbranqueadas, tal como fica quando como rasgamos uma cartolina guache.
O resultado dessa técnica é um estilo que mistura tendências que retornaram com força ultimamente como a pop-art e um cubismo reinventado, que temos chamado de neocubismo, trazendo uma simplificação das formas. Ainda assim, Hiroki reproduz com maestria a ideia de volume e iluminação dando textura e tridimensionalidade, produzindo assim retratos bastante fiéis.

Você sabe o que é uma Empresa Júnior?


Vídeo institucional para a Federação de Empresas Juniores do Rio Grande do Norte, a RN Júnior. Esse foi mais um trabalho meu na 59mil; isso é, a animação do vídeo.
A redação e o roteiro ficaram por conta do Túlio Madson, além de algumas ideias para a animação. Minha tarefa foi "fazer" o vídeo em si: Criar a animação em cima da narração e juntar tudo com o fundo musical. A animação foi feita em torno de duas semanas durante minhas horas livres, usando o After Effects. A ideia foi seguir o conceito estético da marca do cliente e tentar fazer uma animação dinâmica e interessante aos olhos de quem assiste, já que o vídeo será exibido durante as palestras da RN Júnior.
Tenho que dizer: minha experiência com animação e edição de vídeo é mínima; meu primeiro contato com o Ae foi há alguns meses (inclusive, graças à 59mil e ao Túlio), portanto, tenho bastante a melhorar... Anyway, essa é a minha primeira aventura nos motion graphics. Minha meta é chegar aos pés desse.

07 julho 2013

E se os logos das tvs brasileiras tivessem design flat?


Trend fortíssimo esse ano, o flat design é um estilo que tem suas raízes em estilos que já vinham ganhando terreno, como o metro e outros que não sei se têm nomes. Em resumo, traz uma redução de informações e detalhes, é objetivo, sólido e agradável. Design flat é o que mais se tem falado nos sites de design no mundo todo; se quer saber mais, googleia aí. Talvez eu faça um post depois pra discutir sobre de forma mais adequada.
Enfim, o designer e desenvolvedor carioca Bernard de Luna teve a ideia de fazer uma brincadeira com os logos atuais de algumas emissoras nacionais, dando um refresh flat neles.

01 julho 2013

Motion Graphics - Abertura alternativa para Star Trek



Releitura da abertura do clássico nerd, uma boa de uma aula de motion graphics feita pelo Qintek Group.

Dispensa mais comentários.

30 junho 2013

Skate Guitar - guitarras feitas a partir de skates velhos


Os argentinos Ezequiel Galasso e Gianfranco Gennaro tiveram a ideia de unir dois grandes ícones em uma ação original e sustentável. A dupla de Buenos Aires criou o Skate Guitar, um projeto que recicla shapes de skates usados, transformando-os em guitarras.
Ezequiel é amante do skate old-school e sempre se interessou em tecnologias sustentáveis, enquanto Gianfranco é gruitarrista e skatista profissional. A ideia de reutilizar skates como matéria-prima para criar os instrumentos primordiais do rock'n roll não podia sair de uma mistura diferente, né?